MOMENTOS DECISIVOS

5 Formas de começar uma apresentação em Power Point

Comunicacao
52.003 views

1) Comece com algo fora do comum

Algo que a sua audiência não está à espera. Surpreenda-os! Mas claro, certifique-se que a sua audiência sabe por que é que você começou dessa maneira. Fale sobre isso. Explique o porquê durante a apresentação em si.

Exemplo: Um dos nossos clientes, numa palestra desenvolvida pela SOAP, começou a sua apresentação desta forma: “Eu vim aqui hoje para vos dizer que o Brasil está condenado”. E continuou, referindo vários exemplos onde o país não vai bem, para logo em seguida, mudar o rumo do discurso, e afirmar: “. . . ele está condenado a trabalhar no duro! “

2)   Agarre a sua audiência desde o primeiro momento

O seu desafio numa apresentação é conseguir “adesão”. Adesão no sentido mais amplo da palavra. Pois pode ser adesão ao seu produto, ou a uma ideia. O importante é que você traga algo que lhes desperte  a curiosidade.

Exemplo: Numa apresentação que fizemos para o The Economist, começámos por mostrar duas imagens: uma era de um porco e a outra de uma mala de viagem. Lançámos a pergunta: Qual é a conexão entre eles? Mas a essa pergunta só viríamos a responder no último slide, quando a audiência já estava pronta para entender a mensagem que queríamos passar: que a gripe suína tinha impacto nas viagens!

3)   Comece a sua história sem preâmbulos

Ninguém está à espera que comece a sua apresentação com introduções, agenda, agradecimentos! Pense num filme. Quando ele começa, vai directo ao assunto. O Director não aparece para se apresentar. Na maioria das vezes, a sua audiência já sabe quem você é, e mesmo se não souber, vai saber no decorrer da apresentação.

Exemplo: Ricardo Diniz, CEO da Thomson Reuters, ao dar uma palestra sobre a sua trajectória de vida, começa por dizer que “a vida é um jogo”, mas que o seu poderia ter sido interrompido aos 18 anos, quando sofreu um acidente de carro….”. A partir dai, a audiência ficou muito mais atenta, pois percebeu  que a palestra continha drama e suspense – dois elementos importantes para se contar uma boa história!

4)   Vá directo ao ponto (quando for o caso!)

Quando tiver pouco tempo e souber à partida que a sua audiência não quer ouvir muitas histórias, comece pela conclusão.  O mesmo se aplica em reuniões onde você sabe que o CEO – alguém com pouco tempo e disponibilidade, estará presente. Nestas alturas, o melhor é apresentar a sua principal ideia logo no primeiro slide.

Exemplo: Marcos Mion, um conhecido actor e apresentador brasileiro, queria entrar para a TV Record, e procurou a Soap para o ajudar a fazer uma apresentação sobre o seu perfil profissional. Embora fosse importante contar algumas histórias, rapidamente concluímos que os Executivos do canal talvez não tivessem muito tempo para as escutar. Então, criámos um conceito que desde logo deixava claro que ele poderia ser útil para a TV Record, não só conduzindo um programa mas agregando valor para todo o negócio. Essa ideia traduziu-se no slogan que Mion revelou logo nos primeiros minutos: “Marcos Mion, o homem certo para o seu negócio”.

5)   Comece com uma metáfora

Uma metáfora é um atalho para o entendimento. Utilize-a quando o assunto é complexo. Escolha algo familiar como metáfora, para expressar algo que não é tão familiar.

Exemplo: O CEO de uma multinacional desiste de fazer negócio com o seu concorrente e precisa de explicar o porquê dessa decisão para o seu Board na França. Eis a metáfora que ele utilizou: “A noiva não apareceu, viva o noivo!” O seu objectivo era referir as oportunidades que a vida de solteiro poderia trazer para o seu negócio.